Blogue Patrocinado Por

Blogue Patrocinado Por

domingo, 28 de janeiro de 2018

American Cookies...

Numa tarde fria, de nevoeiro e nada agradável estava eu a ler o meu livro quando recebo uma mensagem da minha filha:
"Mãe, quando chegarmos a casa queremos American Cookies, fazes?"
"Não!" mas em pensamento...SIM!
"Mãeee, por favor! Fazes?"
"Faço!"
"És um amor, mãe!"
Como resistir...
Já iria fazer de qualquer maneira, até porque o forno a lenha já estava acesso e a temperatura ideal para fazer bolachinhas.
Rápidas de fazer e rápidas a desaparecer do prato, fizeram as delícias das miúdas e da Mãe. :)


Ingredientes:
100g Manteiga
100g Açúcar
2 Ovos
1c. chá de Aroma de baunilha
230g farinha T55 ou Aveia pulverizada
1c. chá de Bicarbonato de Sódio, SULDOURO NAVIRES
Rolinhos de Cacau Magro, VAHINÉ ou Pepitas de Chocolate
Preparação:
1. Colocar todos os ingredientes no copo e programar 15Seg./Vel.5


2. Num tabuleiro revestido com uma folha de papel vegetal, colocar bolinhas que devem ser formadas com a ajuda de 2 colheres ou com uma colher de gelado.
Deixar espaço entre as bolinhas de cerca de 2cm.


3. Levar ao forno pré-aquecido a 180º/10-12Min.
Retirar e deixar arrefecer alguns minutos.
Servir acompanhadas de um copo de leite fresco, no qual podem mergulhar as American Cookies.






quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Moelas à Portuguesa...

A culinária é mesmo assim, cada um faz como gosta, por umas razões ou por outras e ainda bem, senão seria um tédio todas as pessoas cozinharem de igual modo.
Mas é nas receitas de família, que existe aquele amor, aquele gosto e a vontade em fazer perdurar aquele sabor único.
O passar de boca em boca ou anotadas em pequenos papéis que ficam num caderninho de receitas na gaveta de um armário de cozinha. É nessas receitas que eu sinto sempre um certo orgulho em dizer que um pouco daquilo é nosso. São as nossas receitas de família.
Não precisam de ser segredo porque o maravilhoso disto tudo é poder partilhar.
É certo e verdadeiro, quem tem as suas receitas de família não gosta de abdicar e dirá sempre que as suas são melhores.
Pelo menos é o que sinto em relação às minhas.
As tradições de cozinha, da culinária, da gastronomia são muito importantes na nossa cultura, são importantes para o nosso povo e para as nossas famílias.
E para que isso continue temos que ter/manter não só o gosto pela cozinha, pelas tradições da mesma, mas também o orgulho naquilo que é nosso.
Todos dizemos numa qualquer altura:
“É que ninguém cozinha como a minha mãe!”
...como a avó, ou tia, ou cunhada... e esta cozinhava como ninguém!
E as iguarias dela (neste caso as moelas) como as da minha avó, como as da minha mãe e as minhas, são as melhores!

Por alguma razão, os portugueses são tão bem conceituados no que diz respeito à culinária e posso afirmar que no que diz respeito a este pitéu, nós, portugueses somos imbatíveis!
Pitéu ou petisco, manjar dos portugueses, iguaria...o importante mesmo é quando degustado, o Molho...ai meu Deus, o Molho seja delicioso e abundante.
Gosto dele, do Molho, picante q.b., cremoso, um pouco espesso e abundante.
Maravilha!


Ingredientes:
1,200kg de Moelas
2 Cebolas
3 Tomates, bem maduros
30ml de Azeite
100ml de Vinho branco OU Cerveja
1c. de sobremesa de Pimentão Doce, SULDOURO NAVIRES
1 folha de Louro, AROMA ALENTEJO
Flor de Sal, Especial Piri-Piri  SALINAS CORREDOR DO SOL
Pimenta preta moída q.b
Malaguetas (para os corajosos)
Preparação:
TM5
1. Arranjar, lavar e partir as moelas, usando para tal água corrente. Depois de bem lavadas e arranjadas, colocar as Moelas durante 2H em água morna (até ficarem submersas na totalidade) e vinagre (2c. sopa).


2. Após as 2H...no copo deitar as cebolas, 3 tomates bem maduros e 3 dentes de Alho.
Programar 1Min./Vel.5-7-9 progressivamente.


Adicionar o azeite, temperar de sal.
Seguido de 5Min./Varoma/Vel.1


3. Adicionar as moelas e refogar 15Min./Varoma/Vel. Colher e Inversa


4. Adicionar o Vinho, Pimentão Doce, Louro, Pimenta preta e Piri-Piri q.b. ou as Malaguetas :D


Programar 25Min./100°/ Vel. Colher e Inversa


Finalizado o tempo, retificar temperos.
5. Programar mais 25Min./Varoma/Vel.Colher e Inversa.
No final, provar para verificar a cozedura.
Se ainda não  estiverem cozidas, programe mais 10 Min. ou até estarem a seu gosto.
Sirva acompanhadas de umas belas fatias de Broa de Milho
Delicie-se ;)



terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Chocolate Quente...

Quem consegue resistir a um chocolate quente, espesso, aromático e aveludado?
Pois... eu, não! Confesso que tenho muita pena, já tentei várias vezes, mas... ele é tão delicioso que basta as minhas filhas pedirem que eu não tenho coragem, nem vontade para lhes negar este desejo.
Claro, aproveito logo a boleia da vontade delas e embarco logo no pedido.
Mas quando elas dizem: "Mãe, fazes o Chocolate Quente, mas desta vez eleva lá a fasquia..."
O quê??? Ó meu Deus, têm mesmo a quem sair!
Eleva lá a fasquia!
Ora pois...bora lá, então! ;)


Ingredientes:
Para 3 doses:
400ml Leite MG
30g Farinha Maizena
40g Chocolate em pó OU Cacau
1 pau de Canela, SULDOURO NAVIRES
3 Cravinhos em grão
1 Bola de gelado de Baunilha, para elevar a fasquia!
Preparação:
1. Colocar todos os ingredientes no copo, EXCETO a bola de gelado e programar 9Min./90º/Vel.2


2. Retirar o Pau de Canela, os Cravinhos e servir de imediato.
Na base da chávena colocar a bola de gelado, se assim desejarem.


Sugestões:
1. Atrevam-se a colocar chantilly e raspas de chocolate, no topo da chávena.
Que delícia!
2. Acompanhar a bebida com Marshmallows caseiros , fará as delícias dos mais pequenos.
3. Colocar uma bola de gelado na base da chávena e por cima verter o Chocolate Quente, isto é elevar a fasquia!




domingo, 14 de janeiro de 2018

Bolo de Chocolate e Pimenta Rosa...

O calendário não engana, os dias frios fazem parte da rotina diária, o sol dá lugar a dias cinzentos, chuvosos e para quem detesta esta estação, como eu, há que contrariar esses sentimentos.
À medida que os dias vão ficando mais frios, sabe bem o quente do conforto do nosso lar e um cheirinho quente. Não a castanhas, que eu adoro, ou a lareira mas talvez a ingredientes comuns nos perfumes de inverno... CHOCOLATE e ESPECIARIAS! Hummm...
Na minha opinião, o verão é a estação da alegria, das férias, da paz de espírito, das aventuras e da diversão como se, em contraste, o inverno fosse o tempo da tristeza... ou como se frio, chuva e um céu cinzento só nos trouxessem sentimentos de desolação! Também não vamos exagerar não é?
Mas se este é o vosso caso, se passam o inverno a desejar que chegue de novo o tempo quente, brindo-vos hoje com este bolo com um sabor rico e delicioso, um bolo que certamente irá apimentar o vosso lanche da tarde.
A combinação do Chocolate com Pimenta Rosa resulta sempre em algo bombástico, assim uma explosão de sabores.
Preparar um bolo saboroso com a companhia desta receita, vai tornar memorável o vosso dia e prometo que não se vão arrepender!
Pois, um bolo de Chocolate é sempre uma excelente forma de terminar um belíssimo fim de semana!

 
Ingredientes:

250
g de farinha de Noz (pulverizem o fruto seco)
200
g de Açúcar
100
g de Margarina
100
g de Chocolate em barra, para culinária
4
Ovos
300ml
de  Leite
1
c. sobremesa de Fermento Royal
1
c. café de Noz-Moscada
1
c. café de Pimenta Rosa, Margão em grão Para a Cobertura:
 100g de Chocolate em barra, para culinária
100
g de Natas
50
g de Açúcar
Nozes
q.b., para decorar
Grãos de Pimenta Vermelha, Margão
q.b. para decorar


Preparação:
1. No copo colocar  as Nozes e a Pimenta Rosa em grão e reduzir a farinha.
Para tal, deverão pulverizar 15Seg./Vel.9
Retirar e reservar.
2. No copo colocar o açúcar e a margarina.
Programar 3Min./37º/Vel.3
3. Adicionar os ovos.
Misturar 20Seg./Vel.3
4. Adicionar o Chocolate partido em pedaços e deixar amolecer 1Min.
Misturar 20Seg./Vel.5
Se tiverem necessidade dar um toque Turbo de 1seg.
5. Adicionar o leite, a noz moscada, o fermento e a farinha.
10Seg./Vel.3
Baixar com a espátula a farinha e voltar a repetir 10Seg./Vel.3
6. Pré-aquecer o forno a 180º
Untar uma forma redonda com manteiga e polvilhar com farinha.
Verter o preparado do Bolo e levar ao forno cerca de 45Min.



7. Entretanto preparar a Cobertura.
Num tacho, deitar as Natas e o Açúcar.
Deixar levantar fervura, retirar do lume e adicionar de imediato o chocolate partido em pedaços.
Mexer muito bem até o chocolate ficar totalmente incorporado nas natas.
Deixar arrefecer na totalidade.
8. Retirar o bolo do forno, deixar a temperatura estabilizar cerca de 5Min., desenformar.



Regar o bolo com a cobertura de chocolate e decorar com Nozes e Grãos de Pimenta Rosa.

 






Receita inspirada AQUI

sábado, 13 de janeiro de 2018

Delícia Light...

E assim começou a minha manhã, de ontem, bem cedinho ainda, com a confeção de uma deliciosa sobremesa!
Estava um pouco indecisa acerca do que escolher para fazer, mas pedindo a opinião dos meus mais que tudo chegamos rapidamente a uma decisão com algumas exigências.
Teria que ser algo para apenas uma refeição, 4 doses portanto.
Sem açúcar refinado ou o meu marido não iria comer, mas mesmo assim um pouco doce.
Outro dos requisitos era a Bolacha Maria, teria que estar presente, senão a minha Inês não iria comer.
Ainda mais um desafio lançado pela minha Renata, usar o leite de Coco que ontem fez parte de um delicioso Bolo de Coco molhadinho 
Depois de tomar nota, mentalmente destas exigências, não demorei muito para iniciar, mas tinha que ser algo também muito rápido de fazer porque o meu tempo é precioso e ontem foi um dia repleto de tarefas para concretizar.
Vamos à receita?
Simmm, mas antes disso uma outra questão: Sabiam que a água da cozedura do Grão de bico substitui as claras de Ovo quando batida em castelo?
No mundo Vegan, a Clara de ovo é substituída por este ingrediente e com ela podemos preparar merengue, suspiro e vários outros pratos. O substituto vegetal da Clara de ovo é algo simples, barato e sim, acreditem que aquela parte branca que se encontra no topo desta Delícia é mesmo a Água da cozedura do Grão de bico batida em castelo!


Ingredientes:
4 Bolachas Maria + 1c. sopa de Bolachas pulverizadas
500ml  Leite de Coco caseiro
1c. sopa bem cheia de Mel
20g Maizena
2 Ovos
1c. sopa de Coco ralado
1c. chá de Cacau em pó
Água de cozedura de Grão de bico (equivalente a 1lata)
1c. sopa de Manteiga de Coco 
Café para demolhar as bolachas
Raspas de Chocolate para decorar
Preparação:
1. No copo colocar o Leite de Coco, Mel, Maizena, Ovos, Coco ralado.
Programar 8Min./90º/Vel.2
2. Retirar e dividir em 4  partes iguais, para tal usei uns simples copos de vidro.
Reservar.
3. Numa batedeira, deitar a água da cozedura do Grão de bico e bater na velocidade máxima até ficar em Nuvem(castelo). Quando já estiver firme, adicionar a manteiga de Coco e misturar bem.
Reservar.
4. Demolhar as bolachas Maria no café e colocar cada uma delas nos respetivos copos.


5. Por cima das bolachas deitar colheradas da Nuvem de Grão de bico, mas reservar o equivalente a 1c. sopa.
6. Nesta reserva adicionar as Bolachas pulverizadas e o cacau em pó.
Misturar muito bem, dividir pelos 4 copos.
Decorar com raspas de Chocolate.
Levar ao frigorífico cerca de 2h antes de servir.




Sugestão:
Versão calórica:
Doce da Casa

Podem ainda fazer uma dose de Creme Custard ou Custard de Cacau e bater um pacote de Natas para mais duas opções de um Doce da casa diferentes.

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Aveia, ao Pequeno-almoço...

Nunca é demais relembrar a importância do pequeno-almoço, pois faz-me imensa confusão quando alguém me diz que salta esta importante refeição ou a faz a "correr".
O pequeno almoço é a refeição mais importante do dia, visto que passamos longas horas sem ingerir qualquer tipo de alimento.
Assim deixo aqui algumas dicas importantes para que o pequeno-almoço seja feito de forma saudável e recorrente.
Vantagens: recarrega o corpo com a energia necessária depois de uma noite de jejum, acelera o metabolismo, aclara e alerta a mente.
Um bom pequeno-almoço é ainda o segredo para perder e manter peso: sabia que as pessoas que consomem 22 a 55% das suas calorias diárias na primeira refeição do dia não ganham mais de 770 gramas ao longo de 4 anos?
E quem apenas consome 0 a 11% tem tendência a engordar cerca de 1,5 kg no mesmo período?
Para aqueles que não sabem o que preparar ou estão cansados de comer o mesmo todas as manhãs, eis algumas sugestões que vos deixo para um pequeno-almoço saudável e saboroso:
1. Pão integral ou multicereais com tomate, alface, uma fatia de fiambre ou peru magro, um ovo cozido ou estrelado (sem óleo) servido com um sumo de fruta natural.
2. Pequeno-almoço Parfait: numa taça coloque uma camada de iogurte magro, uma camada de fruta fresca triturada grosseiramente e outra camada de Granola caseira.
3. Pão integral ou multicereais torrado com pouca manteiga, servido com um prato de fruta fresca, um chá ou copo de leite magro.
4. Panquecas Integrais de Aveia com Iogurte natural e fruta fresca, ou com mel; servido com chá (sem açúcar) ou um copo de leite magro. 
5.  Batido de iogurte, fruta fresca e leite magro; servido com um Muffin de banana.
6.  Waffles Integrais, guarnecidos com iogurte natural e fruta fresca, xarope de ácer ou Manteiga de Amendoim servido com chá ou café com leite magro (sem açúcar).
7.  Papas de aveia quentes, servidas com fruta fresca, frutos secos ou nozes partidas e um copo de leite magro.
8.  Batido de iogurte, fruta congelada e leite magro; servido com uma Barra de cereais.


Ingredientes:
300ml Leite magro
30g Flocos de Aveia Integral
40g mistura de Nozes e Avelãs
1 Banana
Pepitas de Cacau puro
Sultanas
Coco ralado, q.b
Canela em pó, SULDOURO NAVIRES
Preparação:
1. Colocar no copo os frutos secos e a aveia.
Pulverizar 15Seg./Vel.9


2. Adicionar a banana e os demais ingredientes.
Programar 10Min./90º/Vel.2


3. Empratar adicionando mais frutos secos fruta fresca a gosto.



quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Sonhos...

A receita para 2018 é tornar os nossos Sonhos em realidade, mais que não seja para os comermos!
Esta é a receita perfeita e está no TOP1 das minhas receitas, na minha modesta opinião, claro!
Os gostos são discutíveis e não são de todo iguais para todos, senão seria uma grande chatice, certo?
Noutros Natais, a receita que costumo fazer, sempre a pedido da minha mãe é esta: Sonhos de Abóbora 
Contudo, este ano e de comum acordo com ela decidi fazer outra receita e tenho a dizer-vos que foi um sucesso. Sucesso este tão grande que no dia de Consoada, na sobremesa do almoço, metade desapareceram num instantinho e a outra metade sobreviveram para o jantar porque os escondi, literalmente.
Ainda estavam mornos, quando os coloquei na mesa e estavam simplesmente divinais!
São fofos e a junção da canela com o açúcar...meu Deus, difícil de resistir e que o diga a minha sobrinha mais nova que foi a maior devoradora de Sonhos deste Natal!
Também estiveram à vossa mesa?


Ingredientes:
Sonhos:
Para 40 unidades:
170g farinha T55
250ml água
70g Manteiga com Sal
1c. chá de Açúcar
1c. chá de fermento para bolos
4 Ovos
Óleo q.b. para fritar
Mistura de Açúcar e Canela em pó para envolver

Calda de Açúcar:
100g Açúcar
50ml água
Casca de 1 Laranja OU Limão
1 Pau de Canela
Preparação:
1. Colocar todos os ingredientes no copo e programar 10Min./100º/Vel.1
Retirar e reservar.
(No modo tradicional: colocar todos os ingredientes num tacho e deixar ferver)

Sonhos:
Preparação:

1. Pesar a farinha, adicionar o fermento.
Envolver e reservar.
2. No copo, colocar a água, a manteiga e o açúcar.
Programar 8Min./100º/Vel.1
3. Adicionar através do bocal a farinha reservada e misturar 15Seg./Vel.4
4. Retirar o preparado do copo, colocar num recipiente de vidro e deixar arrefecer durante 20Min.
5. Entretanto, bater os ovos.
6. Colocar de novo o preparado dos sonhos no copo e programar 35Seg./Vel.3 e adicionar os ovos batidos.
Retirar para um recipiente e deixar repousar a massa cerca de 15Min.
7. Numa frigideira alta, deitar óleo abundante e aquecer bem.
Depois de o óleo estar quente, baixar para lume brando.
Usar 2 colheres de sobremesa para formar pequenas bolas.
Não devem ser usadas colheres de sopa, pois os sonhos durante a fritura vão aumentar de volume quase para o triplo. Se fizerem bolas muito grandes vão correr o risco de ficarem crus no seu interior.
Assim como, o óleo NÃO DEVE estar a uma temperatura muito elevada, senão vão fritar rápido e ficam escuros e crus.
Deixar fritar até ficarem dourados.


8. Retirar do óleo e passar pela mistura de canela e açúcar.
Se preferirem fazer a calda, podem não passar pela mistura de canela e açúcar.
Servir ainda mornos será o ideal.
Frios também são uma delícia.


Nunca deixem de Sonhar...